Debate Sobre Aborto – Debora Diniz Convoca Tabata Amaral

“Portanto, queria muito ter um debate sobre aborto sério e amigável com Tabata Amaral. Poderíamos falar sobre se é possível ser feminista, cientista e ter dúvidas sobre a descriminalização do aborto”, disse a antropóloga Debora Diniz, especialista em direitos reprodutivos

Debate sobre aborto

Salvo, a antropóloga e pesquisadora Debora Diniz usou as redes nesta terça-feira (15) para comentar a declaração dada pela deputada federal Tábata Amaral durante entrevista concedida ao programa ‘Roda Viva’, da TV Cultura sobre o aborto. Afinal, Diniz afirmou que “contudo, uma feminista que respeita a ciência é a favor da descriminalização do aborto” e convocou a parlamentar para um debate sobre o tema.

debate sobre aborto

“Uma feminista que respeita a ciência é a favor da descriminalização do aborto. Porque conhece a ciência biológica, a ciência criminal e a ciência social. Portanto, uma feminista cientista conhece esses argumentos, Deputada Tabata Amaral, mas só os repito aqui para facilitar a conversa…”, declarou Diniz, que teve de sair do Brasil após sofrer ameaças por defender a descriminalização do aborto no Supremo Tribunal Federal (STF). 

° Comprar cytotec

° Women for web – pílulas abortivas

°Cytotec misoprostol

No ‘Roda Viva’, Tabata declarou que “a legislação sobre aborto é suficiente”. “Não defendo nem retrocesso nem avanço na legislação. Principalmente, Aborto é questão pessoal, o dilema ético que está posto. Então, tem a vida da mulher e a do feto, que não sei quando começa. Isso não me faz menos feminista. Todavia, defendo políticas sociais para mulheres.”, disse.

Comprar citrotec | Pílulas abortivas

Segundo Diniz, a questão do aborto não pode ser tratada como um “dilema”, mas como “necessidades de saúde não satisfeitas”. “Aliás, uma feminista cientista sabe que o aborto é uma experiência comum da mulher comum. Não há “dilema” no aborto. Além disso, há necessidades de saúde não satisfeitas. Conquanto, há perseguição do Estado patriarcal às mulheres mais vulneráveis. Há ignorância sobre a ciência e o debate racional. Há abuso do poder religioso aos corpos das mulheres e meninas. Isso não é ser feminista”, analisou.

Por fim, com a grande repercussão que os comentários ganharam, Diniz aproveitou para convidar a congressista para um debate. “Deputada Tabata é alguém a quem respeito. Comento suas ideias, pois valoro sua representação política. Queria muito ter um debate sério e amigável com Tabata Amaral. Poderíamos falar sobre se é possível ser feminista, cientista e ter dúvidas sobre a descriminalização do aborto”, publicou.

Comments 4

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Translate »
error: Content is protected !!